Quem nunca falou que nunca mais teria animal na vida? Eu sou essa, amei o Jimmy por 21 anos, quando ele partiu eu prometi que JAMAIS queria amar de novo daquela forma, mas é claro, a vida não aceitou esse meu desejo e quando eu fechei negócio na casa amarela uma das condições era gostar muito de cachorro e aceitar a doação da mascote que na verdade ela era a dona da casa há mais de uma década, rs.

A Hula foi MUITOOOO amada por seu antigo dono, mas ele partiu e a família não quis levar ela para um apartamento em São Paulo, ela que sempre viveu feliz e com passeios frequentes na praia. Achei lindo esse cuidado e com certeza aceitei a condição.

Em poucos dias juntos comecei a notar que não se tratava somente de uma cachorra lindinha, a Hula é muito, mas muito especial, ela é educada, doce, nada invasiva, fica na dela sempre por perto esperando um carinho, nem que esse carinho seja somente estar quietinha ao lado dela. Eu nunca ví cachorra tão maravilhosa, tão perfeita, tão companheira, tão cão de guarda. As vezes vamos a noite à praia e ela senta em nossas costas e fica de guardiã, ela está sempre cuidando.

Então o que eu temia aconteceu de novo, estou toda paspalhona por ela, amor sem fim!