Para quem gosta de resumo, rs, eu sou de São Paulo e vim passar o dia na Praia de Pernambuco e conheci o Marcio, que era salva vidas, nos apaixonamos e larguei tudo para viver essa história, e juntos abrimos essa linda pousada. Agora para quem gosta de detalhes e textão segue abaixo a história da MOA com bastante detalhes.

A arte imita a vida ou a vida imita a arte? Para mim a arte sempre me inspirou, cenas de filme onde a mocinha encontra o mocinho e vivem felizes em uma linda praia nunca perdeu seu encanto mesmo sendo um modelo de história bem clichê.
Eu, urbana de grande metrópole, que optou por estudar e viajar ao invés de seguir o exemplo da minha avó que teve 20 filhos e teve uma linda trajetória ao criar com muito êxito essa turma toda.

Ele, caiçara, nascido e criado praticamente de frente para o mar. Aos 10 anos descobriu o prazer em surfar, e por meio do esporte fez ótimas escolhas para sua vida, como: boa alimentação e atividade física diariamente.

Vivendo em mundos tão diferentes ambos queriam a mesma coisa para ou futuro: viver uma história sólida, cheia de surpresas boas e claro, todos os dias sentir a brisa gostosa do mar!

No alto verão de 2017 minhas amigas me convidaram para passar o dia na Praia de Pernambuco no Guarujá, no primeiro momento eu torci o nariz porque era fã das areias fofas e branca da Praia do Tombo, mas minha amiga garantiu que a praia sugerida era ainda mais maravilhosa é encantadora. Então fomos nós, loucas para curtir um dia de sol. Na hora de ir embora, de forma despretensiosa dei a última parada para fazer um clique que pedia um registro, o céu estava avermelhado, e bem longe a silhueta de dois surfistas, cenário perfeito para o olhar de uma fotógrafa por hobby.

Para minha surpresa um dos surfistas veio em minha direção e brincou dizendo que queria os direitos autorais e me convidou para fazer o que ele mais ama na vida, surfar. Eu moleca nata não pensei duas vezes, aceitei o convite e pedi para minhas amigas esperarem um pouco. Por sorte ou por talento eu fiquei de pé na primeira onda, o que chamou a atenção do Márcio, que já tinha me visto algumas vezes durante aquele dia porque ele era o salva vidas da praia. Aquele momento foi Magico, ficamos sentados frente a frente conversando, cardumes de peixes pularam ao lado e o esperado beijo NÃO aconteceu, rs, o moço não estava certo que a paquera era recíproca.

Então trocamos telefone e aí sim a história foi criando força e o pedido de namoro surgiu.
Eu morando em SP e ele na praia, namorar à distância é cansativo, então logo ele se mudou para SP e fizemos juntos um planejamento para mudarmos juntos para o Guarujá assim que tivéssemos um plano.

Meu grande sonho era morar na praia, ao longo de minha vida fiz tentativas, mas nenhuma emplacou, aos 20 e poucos anos iniciei um projeto de ter uma pousada no Litoral Norte de SP, mas também não dei sequência. Senti que este era o momento, tudo que tinha em mãos no final de 2018 era perfeito para a realização deste grande sonho.

E o Marcio por outro lado tinha curtido bastante e estava pronto para viver uma história sólida junto a uma pessoa que tivesse muitos desejos e sonhos em comum.

Viemos ver essa casa amarela, o Marcio entrou e sentiu no coração uma alegria que o sinalizou que este era o lugar pra gente jogar nossas sementinhas, eu não estava bem certa disso mas confiei no seu sexto sentido.

Então juntos embarcamos neste sonho, sem saber nada, foi puxado, rs, alguns anjos da guarda apareceram para nos ajudar e em pouquíssimos dias a MOA estava criada.
E porque MOA? MOA significa mãe em sueco, sinônimo de amor e aconchego. É também um nome bastante usado no Hawaii, nome que remete a surf, o Marcio mais uma vez bateu o martelo na escolha, rs.
Então no final de dezembro de 2018 inauguramos a MOA, um projeto que veio para selar dois sonhos e agora compartilhamos essa atmosfera de amor e paz com nossos hóspedes.